Relatório Extraterrestre »

[28 mar 2011 | Sem comentários | 1.269 visualizações]
Relatório 38: sexo, afinal!

Eu girava minhas nadadeiras para dar parafusos. Já Velva nadava placidamente, soltando vapor pelo seu espiráculo. Tínhamos nos transformado em duas baleias. Duas baleias-francas para ser exato.
“Puxa vida, Kubno, que delícia nadar!”
“Iurru! Isso é demais!”
Para quem não sabe a baleia-franca é um mamífero marinho. Elas só não têm o corpo inteiramente negro porque há uma mancha branca na barriga e calosidades amarelecidas no alto da cabeça.
Encontramos um grupo numeroso no mar do Brasil, mais precisamente numa faixa entre Florianópolis e Laguna.
“Vamos entrevistá-las, tenente?”
“Não, seu palerma, assumimos a forma delas só … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[25 mar 2011 | Sem comentários | 1.272 visualizações]
Relatório 37: o bom selvagem

Jean Jacques Rousseau nos recebeu em sua casa de Paris. Acho que ele não esperava se deparar com um casal de índios quando abriu a porta.
“Não vai nos convidar para entrar?”, perguntou Velva falando francês. “Somos bons selvagens.”
“Claro”, disse ele apontando para o interior da residência. “Deixem-me apenas apanhar umas roupas para vocês.”
Só para refrescar a memória, Velva estava desanimada com as pesquisas após ter estudado as relações de ecologia e poder.
Ela, começou, então, a acreditar que a educação seria uma forma de consertar esse planeta maluco. Foi quando teve … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[23 mar 2011 | Sem comentários | 1.244 visualizações]
Relatório 36: blá-blá-blá

Velva ficou excitada quando chegamos ao Rio de Janeiro. Não, não foi por causa das praias. E muito menos por causa de minha companhia. Ela ficou excitada porque era o ano de 1992 e ali estava ocorrendo a Conferência Mundial para o Meio Ambiente e Desenvolvimento. Eco-92, se você gosta de abreviaturas.
“Uau, que demais!”, disse ela enquanto sobrevoávamos a área no interior da Vork. Claro, com o sistema de invisibilidade ligado. “Sabia que 179 países estão representados aqui, Kubno?”
“Não.”
Mas devia imaginar. Alguns jornais disseram que quarenta mil pessoas vieram à … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[21 mar 2011 | Sem comentários | 1.185 visualizações]
Relatório 35: reflexões de uma anta

A Amazônia era um dos lugares que Velva mais gostava de visitar. Eu não a culpo. Ali havia silêncio, boa sombra e o ar límpido lembrava a atmosfera do nosso querido planeta Tralfamador.
Para ficarmos à vontade, nos transformamos em duas antas.
“Sabe de uma coisa”, falou Velva enquanto urinava à beira de um igarapé. “Eu não ficaria triste se houvesse mais lugares como esse na Terra.”
“Concordo”, concordei enquanto mastigava um tufo de capim.
“Mas a obsessão por preservar não pode ser obstáculo para o desenvolvimento.”
“Por que, tenente Velva?”
“Por que o quê, Kubno? … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[18 mar 2011 | Sem comentários | 1.197 visualizações]
Relatório 34: ai, meu nariz!

Eu e Velva já tínhamos estado em Brasília uma vez: foi quando falamos com o presidente Jânio Quadros.
Vinte e sete anos depois, em 1988, a cidade tinha mudado um bocado. Da janela da Vork vimos que ela crescera e se espalhara, formando uma grande mancha em torno do Plano Piloto.
Mas, como sempre, repetia-se a equação: ricos de um lado, pobres de outro.
Nós queríamos acompanhar os trabalhos da Constituinte, e por isso nos transformamos em parlamentares. Eu de terno e pastinha preta; Velva de tailleur e bolsa combinando com os sapatos.
Estávamos … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[16 mar 2011 | Sem comentários | 1.140 visualizações]
Relatório 33: A vitória do empate

A sugestão do diabo nos pareceu boa e voltamos para o Brasil. Para o Acre mais precisamente; e em 1987 (quem leu o relatório 32, sabe que, quando eu digo “diabo” me refiro ao Diabo da Tasmânia).
“Posso fazer uma sugestão, tenente Velva?”
“Fale, cabo.”
“Por que não nos transformamos numa árvore dessa vez? Estou cansado de assumir a forma de animais.”
“Ok, Kubno, sugestão aceita.”
Já na floresta, viramos duas adoráveis seringueiras. Estávamos felizes, abrigando pássaros e recebendo o vento amazônico quando olhei para frente e dei um grito: “Nããão!”
“O quê?”, Velva perguntou assustada.
Olhando … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[14 mar 2011 | Sem comentários | 1.380 visualizações]
Relatório 32: Entrevista com um diabo

Depois de viajar com a Vork sobre as ondas do Pacífico, chegamos a uma ilha chamada Tasmânia, que ficava 240 km a sudeste da Austrália. Já em terra, assumimos o formato de dois Sarcophilus harrissi. Nossa pelagem era escura, claro, e tínhamos a tradicional mancha branca ao redor da garganta.
“Estou bonito?”, perguntei para Velva enquanto alisava meus bigodes.
“Você nunca fica bonito, Kubno.”
Não demorou um minuto e um indivíduo da mesma espécie se aproximou. Seu nome era George. Ele foi logo puxando conversa: “Dia fraco hoje, não? A maldita crise está … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[10 mar 2011 | Sem comentários | 1.277 visualizações]
Relatório 31: Batman e a noiva

Depois de estudarmos o Parque do Xingu, Velva decidiu conhecer a Transamazônica.
“Primeiro vamos visitá-la no tempo presente, Kubno.”
“Você manda.”
Estacionei a Vork ao lado de uma castanheira. Achei que era uma boa vaga, mas um macaco veio falar conosco em seguida: “Vocês vão deixar o carro aí?”
“Algum problema?”, perguntei.
“Quando as castanheiras florescem é sinal de que a estação de chuvas vai começar. Ela dura seis meses e isso aqui vira um atoleiro.”
Seguimos o conselho do macaco e fizemos um sobrevoo pela região que cobre os estados do Pará e Amazonas. Fiquei … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[4 mar 2011 | Sem comentários | 1.598 visualizações]
Relatório 30: Meu duelo com Jânio Quadros

O interesse de Velva pela Amazônia a levou às pesquisas, e as pesquisas a levaram a descobrir um lugar: o Parque Indígena do Xingu. O Parque é uma extensão de 2.642.003 hectares situado no nordeste de Mato Grosso. É terra para chuchu. Ali vivem mais ou menos cinco mil indivíduos pertencentes a dezesseis povos indígenas. Como a área foi homologada em 1961, a tenente Velva ordenou que voltássemos àquele ano.
“Na forma humana?”
“Não, na forma de girafas cor-de-rosa.”
Custava ter respondido com educação?
Chegando ao Palácio do Planalto, fomos barrados por um jovem … leia mais

Relatório Extraterrestre »

[2 mar 2011 | Sem comentários | 1.532 visualizações]
Relatório 29: Eu odeio carros!

A tenente Velva ficou entusiasmada com a história da religião verde e, como sempre, foi fazer pesquisas.
Já eu resolvi polir a lataria da Vork. Não que precisasse, eu apenas sou cuidadoso com minha espaçonave.
“E aí, Kubno, pronto?”
“Estou sempre pronto para você.”
“Que ótimo. Então vamos entrevistar o inimigo do futuro.”
“Quem?”
Ela não respondeu, é claro. Sabia que tinha me fisgado.
Chegamos à Inglaterra do século XVIII na forma de Shakespeare e de Margareth Tatcher. Nosso destino era a casa de um velho chamado Ned Ludd. Velva primeiro perguntou por que ele tinha se … leia mais