Home » Cidade, Making of

Minha cidade ideal seria livre de enchentes

2 março 2011 5.189 visualizações Sem comentários

Enchente em São Paulo

As enchentes vêm aumentando em número e em intensidade e isso vem assustando e muito, moradores de diversas regiões do país. Das dez maiores enchentes registradas no Brasil, quatro aconteceram nesta década. Nos três primeiros meses de 2004, por exemplo, as enchentes fizeram 211 vítimas fatais, deixando 377 mil pessoas com suas casas danificadas. Em 2001, a enchente da região serrana do Rio de Janeiro fez 904 vítimas fatais e deixou mais de 1,3 milhão de moradores afetados pelas chuvas. Em 2010, as enchentes em São Luiz do Paraitinga, São Paulo e Rio de Janeiro também entraram na lista entre as maiores da nossa história.

O consultor Ladislau Dowbor para o episódio A Cidade e a Pizza, da Série Somos 1 Só, aponta dois problemas básicos que agravam as enchentes costumeiras na cidade de São Paulo. Para Ladislau, a conta das enchentes em uma área de 30 por 50km, ou seja, 1.500 km2, quando ganha uma chuva de 100ml, acumula 150 milhões de toneladas de água que buscam saída em um solo totalmente impermeabilizado, com rios e córregos canalizados, que aceleram a descida da água formando escorregadores acelerados que inunda várias áreas com qualquer chuva.

Certamente, esse lado não demonstra o modelo de uma cidade iedal para um biológo, que poderia ser vista como um ponto ver no mapa, como uma planta autosustentável e ecologicamente correta, onde todos plantariam árvores e andariam de bicicletas. com pessoas mais felizes e saudáveis, sem poluição ou engarrafamento.

E para você, como seria uma cidade ideal?

Tags: , , , ,

Compartilhe por e-mail Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo Twitter Compartilhe pelo Google Bookmarks Compartilhe pelo Google Buzz Compartilhe pelo del.icio.us Compartilhe pelo Orkut Compartilhe pelo Windows Live Assine o RSS

Deixe seu comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode assinar esses comentários via RSS.

O uso de Gravatar está habilitado. Para ter seu próprio avatar, por favor se registre em Gravatar.