Home » Making of, Poder

Barão do Rio Branco e o poder do bigode

2 fevereiro 2011 2.560 visualizações Sem comentários

Um dos depoimentos que se faz presente durante o episódio O Poder e o Bang-Bang, dirigido por Gilberto Scarpa, está no discurso do Barão do Rio Branco (1845 – 1912), o carioca que foi professor, político, jornalista, diplomata, historiador e biógrafo.

Após uma breve apresentação, o Barão relembra uma de suas grandes atuações pelo pais, quando fala sobre as negociações que trouxeram a anexação do estado do Acre ao território nacional.

Até 1903, as terras pertenciam à Bolívia e recebiam uma crescente infiltração de brasileiros atraídos pelos seringais, no auge do ciclo da borracha. Com a disputa pelas terras, o problema foi resolvido amigavelmente com o Tratado de Petrópolis.

Em troca do estado do Acre, algumas terras do Mato Grosso foram cedidas, junto da construção da ferrovia Madeira-Mamoré e do pagamento de dois milhões de libras esterlinas ao governo boliviano.

Tudo isso para elucidar uma das propostas da série que traz um pouco da  discussão das relações entre cidadão/representado e representantes do povo e as possibilidades de interferência deste nas decisões e rumos traçados para o nosso planeta.

Assista aqui um trecho do making of durante o preparo do bigode do Barão do Rio Branco, vivido pelo ator Aggeo Simões. O diretor Gilberto Scarpa reprova a maquiagem. 

Tags: , , , ,

Compartilhe por e-mail Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo Twitter Compartilhe pelo Google Bookmarks Compartilhe pelo Google Buzz Compartilhe pelo del.icio.us Compartilhe pelo Orkut Compartilhe pelo Windows Live Assine o RSS

Deixe seu comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode assinar esses comentários via RSS.

O uso de Gravatar está habilitado. Para ter seu próprio avatar, por favor se registre em Gravatar.