Home » Educação, Making of

Isis de Palma por Torero

5 janeiro 2011 1.687 visualizações Sem comentários

José Roberto Torero entrevista a consultora Isis de Palma

Os roteiros da série Somos 1 Só, que se divide em oito capítulos e traz a relação do homem com o meio ambiente e suas formas sustentáveis, foram elaborados a partir do depoimento de oito consultores para cada tema da Série.

Os roteiros elaborados por José Roberto Torero, junto de Marcus Aurelius e Gabrilla Mancini, trazem bastante humor com víeis crítico sobre a nossa sociedade e aqui, Torero deixa registrado o seu primeiro encontro com os consultores.

Acompanhe o registro com Isis de Palma, nossa consultora para o documentário Educação:

Por José Roberto Torero

A primeira entrevista com um dos consultores aconteceu no dia 12/2/2010. foi com a educadora Isis de Palma.

Chegamos lá bem antes da hora. E com um problema: nossa pauta era muito aberta.

Como ainda não tínhamos ideia de como seria o roteiro, não sabíamos muito como conduzir a entrevista. Daí o resultado foi um pouco aberto e teórico demais.

Acreditávamos que esta primeira conversa nos daria os motes para o roteiro, indicando pontos de conflito, história paralelas interessantes, números etc… Mas ficamos mais numa conversa introdutória, onde ela falou, entre várias coisas, da capacidade educadora dos encontros (reuniões, palestras, etc…), principalmente dos encontros de jovens, e de um interessante movimento de surfistas no litoral sul paulista.

Mas não penetramos muito na educação formal, na educação dada pelas escolas.

O grande aprendizado desta primeira entrevista foi perceber que tínhamos que elaborar um roteiro básico para o consultor. Ele não podia apenas sentar-se diante de nós e falar sua opiniões e suas experiências sobre o assunto.

Então bolamos um questionário mínimo para os entrevistados. Não um questionário de perguntas, mas sim um roteiro prévio para o consultor preparar sua exposição. Como precisaríamos de informações específicas, histórias reais relacionadas com o tema e outras coisas um tanto complicadas, ele poderia não ter as respostas à mão. Dessa forma, fornecendo um roteiro, ele se prepararia melhor e teríamos muito mais informações sobre o tema.

O roteiro foi mais ou menos este:

- Uma tese inicial que explique o tema do entrevistado sob a ótica do socioambientalismo.

- História pessoal dele com o tema.

- Experiências conhecidas por ele nesta área (pequenas ou grandes, que tenham dado certo ou errado).

- Indicação de personagens interessantes envolvidos com iniciativas relacionadas ao tema.
- Possíveis entrevistados.

- Dados, inclusive números e estatísticas, sobre o assunto proposto.

- Um exercício de imaginação onde o entrevistado diz como será o futuro próximo (2020, por exemplo) em relação à questão.

- Os grandes problemas e as práticas negativas (com exemplos) que a sociedade enfrenta hoje quanto ao assunto.

- Como seria o mundo (e o Brasil) ideal em relação ao tema.

Depois disso, as outras entrevistas ficaram mais fáceis, mais focadas, mais informativas.

Tags: , , , ,

Compartilhe por e-mail Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo Twitter Compartilhe pelo Google Bookmarks Compartilhe pelo Google Buzz Compartilhe pelo del.icio.us Compartilhe pelo Orkut Compartilhe pelo Windows Live Assine o RSS

Deixe seu comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode assinar esses comentários via RSS.

O uso de Gravatar está habilitado. Para ter seu próprio avatar, por favor se registre em Gravatar.