Home » Diretores

Dainara Toffoli – Diretora – Documentário Produção

27 setembro 2010 4.111 visualizações Um comentário


Dainara Toffoli nasceu em Porto Alegre, é formada em Jornalismo pela PUC/RS. Iniciou sua carreira na Casa de Cinema de Porto Alegre, trabalhando com Jorge Furtado no clássico curta “Ilha das Flores”. Foi lá, também, que dirigiu seu primeiro curta “Um Homem Sério”, em parceria com Diego de Godoy, vencedor de vários prêmios e exibido no Brasil e no exterior. Desde 89 atua nas áreas de cinema, televisão e publicidade. Atualmente prepara o projeto de seu primeiro longa de ficção, dirige comerciais na O2 Filmes e é sócia da Elástica Filmes.

Na TV, dirigiu o episódio “Sábado, as quatro” da série de ficção “Antônia”, Rede Globo, e co-dirigiu com Philippe Barcinski “Divagações num quarto de hotel” programa produzido para a TV Franco-Alemã ARTE. No cinema, dirigiu o documentário “Dona Helena” sobre a vida da violeira sul-matogrossense Helena Meirelles exibido em festivais no Brasil e Exterior. Além desses, dirigiu os curtíssimos documentários “Didier”, “Fanta”, “Jigar” e “Verônica”, parte do projeto “Povos de São Paulo” e os médias-metragens “O Brasil da Virada” e “Oswaldo Cruz”, para o Instituto Itaú Cultural.

FILMOGRAFIA

SÁBADO, AS QUATRO quinto episódio da segunda temporada da série de ficção “Antônia”, 30 minutos, co-produção O2 Filmes/Rede Globo. 2007;

“DONA HELENA”, 56 minutos. Direção do documentário sobre a vida da violeira sul-matogrosense Helena Meirelles. Realizado pela M.Schmiedt Produções em co-produção com Elástica Filmes. O filme entrou em cartaz nas cidades de São Paulo e Porto Alegre. Foi exibido em televisão nos canais: GNT, Canal Brasil, TV Cultura e, também, lançado em DVD.

PRÊMIOS:

Melhor Filme no Festival Tudo Sobre Mulheres, II Festival Feminino da Chapada dos Guimarães-MT, 2006;

Edital n. 8 de Documentários, MinC.

PARTICIPAÇÃO EM FESTIVAIS E MOSTRAS

11º É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários;

15th Festival Hot Springs Documentary Film Festival, Arkansas,USA;

9th Festival of Visual Culture, Joensuu, Finlândia.

Festival de Jazz de Madrid, Espain

Beeld vor Beeld Documentary Film Festival, Amsterdã, Holanda e Antuerpia, Bélgica.

O BRASIL DA VIRADA”, 30′ de duração. Documentário sobre as transformações políticas, sociais e artísticas do Brasil na virada do milênio para o Instituto Cultural Itaú. 2007.

DIVAGAÇÕES NUM QUARTO DE HOTEL, programa de televisão com 26′ minutos de duração. O programa foi produzido especialmente para a série “Dance, Dance, Dance” da televisão francesa ARTE em co-produção com a O2 Filmes. Co-direção, com Philipe Barcinsky, e fotografia still.

DIDIER, FANTA, JIGAR E VERONICA, quatro documentários de 1 minuto cada. 2004. Esses filmes compõem com outros 22, o projeto POVOS DE SÃO PAULO. Direção e Roteiro.

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE, documentário, sobre casamento, em fase de montagem. Captado em fevereiro de 2004.

OSWALDO CRUZ, documentário de 30 min, 1997. Prêmio de Melhor Vídeo Experimental no Festival da Bahia e Prêmio de Melhor Direção de Arte no Festival do Maranhão. Direção e Roteiro.

UM HOMEM SÉRIO, 35mm, 20min, em 1996. Baseado na obra de Machado de Assis, co-dirigido com Diego de Godoy e co-roteirizado com José Roberto Torero e Gustavo Cascon, produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre.

O filme foi selecionado para diversos festivais Nacionais e Internacionais. Tendo participado da competição oficial do Festival Internacional de Curta-metragem de Clermont-Ferrand, na França, e do Festival de Roterdã, na Holanda, ambos em 1997.

Prêmios:

Melhor Filme pelo Júri Popular, Melhor Roteiro, Melhor Ator (Ary França) e Melhor Curta Gaúcho, no Festival de Gramado/96.

Melhor Direção de Arte, Festival de Brasília/96

PALAVRAS CRUZADAS, documentário, 20 min, 1992. Direção, roteiro e montagem. Roteiro premiado no concurso Porto 220.

FI-LO PORQUE KILO, ficção, 1 min, 1992. Direção, roteiro e montagem.

NA PALAVRA UMA PAIXÃO, programa especial de 45 min, para a RBS TV, realizado e exibido em 1991. Roteiro e entrevistas.

AO SUL DAS RAÇAS, programa especial, de 45 min, realizado e exibido em 1991, pela RBS TV. Realizou a produção e reportagem.

Participou das equipes dos seguintes filmes:

Assistência de direção para Jorge Furtado no filme A MATADEIRA (curta em 16mm, 1994) produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre.

Assistência de produção e estágio na montagem no filme ILHA DAS FLORES, 10 min, 35mm, 1989, dirigido por Jorge Furtado. Filme vencedor de grande número de prêmios em festivais internacionais de cinema, entre eles:

5 Prêmios no Festival de Gramado/89;

Urso de Prata – Festival Internacional de Berlim/90;

Melhor filme – Festival Internacional de Clermont Ferrand/90.

VEJA BEM (curta em 16mm, 1992), assistência de direção para Jorge Furtado

ESTA NÃO É A SUA VIDA (curta em 35mm, 1991, direção Jorge Furtado), direção de produção e assistência de montagem.segunda temporada da série de ficção “Antônia”, 30 minutos, co-produção O2 Filmes/Rede Globo. 2007;

Tags: ,

Compartilhe por e-mail Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo Twitter Compartilhe pelo Google Bookmarks Compartilhe pelo Google Buzz Compartilhe pelo del.icio.us Compartilhe pelo Orkut Compartilhe pelo Windows Live Assine o RSS

Um comentário »

  • arlei peres duble said:

    ola Dainara,,, eu participei de um trabalho co o Diretor Jorge Furtado,,, sou coordenador de dubles,,, não a conheço mas vejo que posso colaborar ,,, parabens pelo trabalho.

Deixe seu comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode assinar esses comentários via RSS.

O uso de Gravatar está habilitado. Para ter seu próprio avatar, por favor se registre em Gravatar.